"Vença a si mesmo e terá vencido o seu próprio adversário." (Provérbio japonês)




sábado, 14 de novembro de 2009

Raiva é frustração

                                        Quanto de Durval existe em você ?





Durval é uma pessoa igual a tantas outras que lida com sua vida e seus sentimentos da melhor forma que pode e busca o que supõe necessitar para viver feliz. Procura agir dentro de seus mais altos princípios, mas em alguns momentos, mesmo não gostando de reagir desse modo, algo incontrolável ocorre em seus sentimentos e Durval perde a cabeça e ferve de raiva!



   Algumas vezes, ele até consegue se controlar e evitar a explosão, mas isso acaba fazendo com que se sinta mal durante muito tempo, se cobrando que deveria ter feito isso ou aquilo, deveria ter dito isso ou aquilo. Durval passa, às vezes, dias seguidos remoendo os pensamentos, como que ensaiando como deverá agir na próxima vez em que aquele fato ocorrer. A tal próxima vez chega, e ele esquece todos os ensaios anteriores e repete o mesmo tipo de conduta emocional.
   As explosões de Durval colocam em risco seus relacionamentos. Muitos amigos se afastaram, pois não suportam viver ao lado de alguém que mais parece uma bomba relógio, pronta para explodir a qualquer momento. As explosões de Durval fazem com que todos se sintam muito constrangidos!
    Na verdade, Durval não gosta de ser assim! Ele tem medo de que, em um dia desses, seu coração estoure, pois quando é acometido por um ataque de raiva, tem taquicardia, sua pressão sanguínea sobe e sua respiração fica ofegante. Porém antes que consiga raciocinar, explodiu! Durante essas explosões, detesta que alguém menospreze sua raiva ou peça para que ele se acalme. Isso o irrita profundamente e até piora muito a situação. Mas depois, Durval sente muita vergonha de ter se comportado dessa forma. E às vezes nãosequer como tentar pedir desculpas e ser perdoado, devido à gravidade de suas atitudes. Durval quer mudar, mas não sabe como!
    A primeira coisa que precisamos fazer, ao ficarmos frente a frente com algum sentimento incômodo seja ele qual for, é admiti-lo.
   Dizer para nós mesmos o que estamos sentindo de verdade pode ser extremamente simples aparentemente. Mas seria real nossa avaliação do que estamos sentindo? Muitas vezes, nossa percepção da realidade, do que de fato sentimos estará mascarada, pois podemos estar escondendo de nós mesmos, um sentimento que não aprovamos, que não queremos ver por achá-lo mau, indigno ou até mesmo perverso.
   De todas as emoções, talvez a raiva seja a mais difícil de ser controlada, porque é uma emoção aparentemente repentina.
Essa conturbada emoção funciona como um alarme, um alerta de que algo externo nos põe supostamente em perigo, seja esse perigo real ou apenas imaginário.
   A raiva, seja ela explosiva ou não, é um tipo determinado de reação que nos avisa de que algo em nossas expectativas foi frustrado.
   Raiva é frustração!
  A raiva pode ser uma reação de alarme e autopreservação, que pode nos servir para mostrar que algo não está exatamente como prevíamos, e que precisamos assumir alguma postura de lutar ou fugir de algum perigo físico eminente.
  Pode ser, também, o soar de um alarme interno para que apenas observemos melhor nossas expectativas, percebendo qual  desejo nosso foi frustrado e qual o novo rumo que teremos que seguir em direção à meta. Nesse sentido, a raiva seria um alerta positivo, pois foi imediatamente direcionado para um foco interno e produtivo e não de ataque. Porém esse alarme pode extrapolar para sentimentos destrutivos, que geram violência física ou moral, quando nosso olhar se volta apenas para o externo. Nesse caso, vemos o evento externo e as pessoas envolvidas, como sendo nossos inimigos e como algo a ser controlado à força ou destruído.

Fonte:
http://www.rashuah.com.br/textos_ajuda/raiva.htm

Um comentário:

  1. Que excelente texto e a maneira como foi abordada um assunto tao cheio de tabus,eu sinto raiva sim e exatamente qdo me sinto frustada ou ameaçada,claro que nao tanto assim para ser Andrea durval!hahahah adorei! parabens

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita.
Volte sempre!!
Rejane

Visite meu arquivo .

Textos no arquivo :


"Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma... Todo o universo conspira a seu favor!" - Goethe





"Sou sempre eu mesma,mas com certeza não serei a mesma para sempre!"



Clarice Lispector