"Vença a si mesmo e terá vencido o seu próprio adversário." (Provérbio japonês)



“Presos ou soltos, nós, seres humanos, somos muito cegos e sós. Quase nunca conseguimos transcender os nossos estreitos limites para enxergar os outros e a nós mesmos sem projetar o nosso próprio vulto na face alheia e a cara dos outros na nossa.”


"Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma... Todo o universo conspira a seu favor!" - Goethe





"Sou sempre eu mesma,mas com certeza não serei a mesma para sempre!"



Clarice Lispector



domingo, 6 de janeiro de 2013

Cinco maiores arrependimentos antes de morrer








A australiana Bronnie Ware especialista em cuidados de pacientes em estado terminal acaba de escrever um livro denominado de “confissões honestas” onde revela os cinco maiores arrependimentos dos seres humanos quando estão a beira da morte, ela conta que fez uma lista extensa mas baseou-se nos cinco mais comuns, vamos à lista:

1 - Eu gostaria de ter tido a coragem de fazer o que eu realmente queria fazer e não o que os outros esperavam que eu fizesse

2 - Eu queria não ter trabalhado tanto

3 - Eu gostaria de ter a coragem de expressar o que eu realmente sentia

4 - Eu gostaria de voltar a ter contato com os meus amigos

5 - Gostaria de ser mais feliz

Fonte: BBC





Bronnie Ware, é uma enfermeira australiana, especialista em cuidados paliativos de doentes terminais, que lançou um livro intitulado: The Top Five Regrets of The Dying: A Life Transformed by The Dearly Departing (Numa tradução literal: Os Cinco Maiores Arrependimentos dos Moribundos: Uma Vida Transformada pelos Entes Queridos que Partem).

Bronnie Ware conta que a ideia para o livro surgiu depois de um artigo que publicou no seu blog que se transformou num texto viral, e se espalhou pela web.

Foram confissões honestas e francas de pessoas nos seus leitos de morte, que a ajudaram a transformar a sua vida.

Diz ela: “Encontrei uma grande lista de arrependimentos, mas no livro só me concentrei nos cinco mais comuns”, disse a autora à BBC. ” E o principal arrependimento de muitas pessoas é o de não ter tido coragem de fazer o que realmente queriam ao invés de fazer o que outros esperavam que fizesse”, acrescenta ela.



1. Eu queria ter tido a coragem de fazer o que realmente queria, não a vida que os outros esperavam que eu vivesse.

“Este foi o sentimento mencionado mais vezes. Quando as pessoas percebem que a vida delas está quase no fim e olham para trás, é fácil ver quantos sonhos não foram realizados. A maioria das pessoas não realizou uma grande parte dos seus sonhos e têm de morrer sabendo que isso aconteceu por causa de decisões que tomaram, ou não tomaram. A saúde traz uma liberdade que poucos conseguem perceber, até que eles não a têm mais.”



2. Eu queria não ter trabalhado tanto.

“Todos os pacientes masculinos que cuidou, mencionaram este arrependimento. Eles sentiam falta de ter vivido mais a juventude dos filhos e a companhia de seus parceiros. As mulheres também falaram desse arrependimento, mas como a maioria era de uma geração mais antiga, muitas não tiveram uma carreira. Todos os homens com quem eu conversei se arrependeram de passar tanto tempo de suas vidas no ambiente de trabalho.




3. Eu queria ter tido coragem de dizer o que realmente sentia.

“Muitas pessoas excluíram alguns dos seus sentimentos para ficar em paz com os outros. Como resultado, elas habituaram-se a uma existência medíocre e nunca se tornaram quem elas realmente eram capazes de ser. Muitas desenvolveram doenças relacionadas com a angústia e rancor que guardavam.”




4. Eu queria ter ficado em contato com os meus amigos.

“Muitas vezes, eles não perceberam as vantagens de ter velhos amigos, até eles chegarem às últimas semanas de vida e nem sempre era possível encontrar essas pessoas. Ficaram tão envolvidos com as suas próprias vidas que deixaram as maiores amizades perderem-se ao longo dos anos. Arrependem-se profundamente por não ter dedicado mais tempo e esforço aos amigos.“


5. Eu queria ter-me permitido ser mais feliz.

“Este é um arrependimento surpreendentemente comum. Muitos só perceberam isto no fim da vida, descobriram que a felicidade é uma escolha. As pessoas ficam presas em antigos hábitos e padrões. O famoso ‘conforto’ com as coisas que são familiares e o medo da mudança fizeram com que eles fingissem para os outros e para si mesmos que estavam contentes quando, no fundo, eles ansiavam por rir de verdade, divertir-se e aproveitar as coisas “idiotas” das suas vidas de novo.“


Repara que as frases estão escritas no passado, porque as pessoas que o disseram estavam na fase terminal das suas vidas, onde já não tinham tempo para mudar o curso das suas vidas.

Fica agora aqui um desafio, o que eu quero que tu faças é, substituir EU QUERIA por EU QUERO, ainda estás no presente, e todos os dias ler essas frases, de preferência escreve-as diariamente.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita.
Volte sempre!!
Rejane

"Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma... Todo o universo conspira a seu favor!" - Goethe "Sou sempre eu mesma,mas com certeza não serei a mesma para sempre!" Clarice Lispector

Textos no arquivo :

Visite meu arquivo .