"Vença a si mesmo e terá vencido o seu próprio adversário." (Provérbio japonês)



“Presos ou soltos, nós, seres humanos, somos muito cegos e sós. Quase nunca conseguimos transcender os nossos estreitos limites para enxergar os outros e a nós mesmos sem projetar o nosso próprio vulto na face alheia e a cara dos outros na nossa.”


"Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma... Todo o universo conspira a seu favor!" - Goethe





"Sou sempre eu mesma,mas com certeza não serei a mesma para sempre!"



Clarice Lispector



domingo, 16 de outubro de 2011

Não tenha medo de mudar.



"Há pessoas que passam a vida toda repetindo um erro que lhes rende um mau resultado e não percebem que, se faço sempre a mesma coisa e do mesmo jeito não posso esperar um resultado diferente."



Existem muitas pessoas que gostam de fazer afirmações enfáticas como:

- Eu sou assim, assim mesmo que eu sou; eu não mudo, não sou uma Maria vai com as outras; eu tenho personalidade; quando eu empaco, empaco mesmo; nasci assim e vou morrer assim; vai ter que me engolir, como eu sou; não dou meu braço a torcer, entre outras menos cotadas. Pensam essas pessoas que, com estas frases estão mostrando que são fortes e duras; mas em verdade estão sendo apenas teimosas.
Mudar de comportamento é a coisa mais interessante que um ser humano pode fazer por si mesmo.

 Há pessoas que passam a vida toda repetindo um erro que lhes rende um mau resultado e não percebem que, se faço sempre a mesma coisa e do mesmo jeito não posso esperar um resultado diferente.

Na minha juventude conheci um homem que adorava jogar buraco. Todo o seu tempo vago reunia-se com os amigos para jogar buraco e, assim, passava as tardes de sábado e os dias de domingo jogando buraco. Como tinha alguma intimidade com ele, sugeri que ele se ocupasse de uma outra coisa aos domingos, fosse pescar ou praticar um esporte mas ele me disse que gostava de jogar buraco e nada neste mundo era mais importante para ele, além disto, para que mudar de hábito? O buraco nenhum mal lhe fazia. Ele não percebia que, enquanto jogava buraco, perdia oportunidade de crescimento com a leitura, com os jogos esportivos com uma sessão de teatro ou cinema. O hábito de jogar buraco havia colocado o seu Rafael, esse era o nome dele, em um buraco verdadeiro de onde ele nada mais via senão as canastras que ia, maquinalmente, arrumando sobre a mesa.
Um dia em que eu insisti um pouco mais com ele sobre ocupar o seu fim de semana de outro modo, ele me disse: menino, para de bobagens. Você não vai me mudar porque eu não quero. Vou jogar buraco até morrer e enquanto tiver parceiros e, de fato foi assim. Jogou buraco até meses antes de sua morte e, deste modo, jogou fora uma vida que poderia ter sido mais útil ao próximo e a ele mesmo.

As pessoas que pensam assim, que acham que os que mudam, são pessoas sem caráter, seres fracos que não sabem o que querem e, com esse pensamento laboram em erro, pois só as pessoas fortes não temem o novo e mudam suas vidas. Conta-se que Mahatma Gandhi, fez um discurso em Nova Deli, defendendo uma determinada tese. Uma semana depois, em Bombain fez outro discurso sobre o mesmo assunto, porém, tomou um caminho oposto ao que trilhara no discurso anterior. Bapu, sua sobrinha, o teria questionado:
- Tio, mas o senhor disse hoje o contrário do que disse na semana passada. - Bapu, em uma semana se muda muito. Eis uma frase interessantíssima: em uma semana se muda muito.



Uma outra questão interessante é a da pessoa que não muda, apesar dos problemas que a sua forma atual de vida lhe causam e vivem a se lamentar, mas nada fazem para mudar. São pessoas que sofrem com os casamentos problemáticos; com o emprego que não suportam; com o curso universitário que detestam; com a apatia do lugar em que moram; com o próprio corpo e assim por diante. Essas pessoas me fazem lembrar a seguinte história:
Um homem parou com o seu automóvel em um posto de gasolina para abastecer o veículo. Estava esperando os frentistas quando escutou um gemido prolongado e lamentoso. Penalizado, desceu do carro e perguntou ao gerente do posto:
- Quem está gemendo?
- É um cachorro.
- Ele está doente?!
-Não.
- Por que, então, geme tanto?
- Está deitado sobre um prego.
- Porque não se levanta?
- Porque não está doendo o suficiente.
Está é a situação de muitas pessoas que vivem durante longo tempo suportando humilhações, zombarias, maus tratos, insatisfações e, como o cachorro, em vez de dar um basta ao incômodo, suporta-o até a exaustão. O pior é que não há nesse comportamento verdadeiro estoicismo, uma vez que vivem reclamando do seu estado. Sofrem por medo de operar mudanças, apenas por isso e tornam suas vidas um longo martírio, que nada acrescenta à sua vida espiritual.

José C. Leal



Fonte:http://www.comunidadeespirita.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita.
Volte sempre!!
Rejane

"Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma... Todo o universo conspira a seu favor!" - Goethe "Sou sempre eu mesma,mas com certeza não serei a mesma para sempre!" Clarice Lispector

Textos no arquivo :

Visite meu arquivo .