"Vença a si mesmo e terá vencido o seu próprio adversário." (Provérbio japonês)



“Presos ou soltos, nós, seres humanos, somos muito cegos e sós. Quase nunca conseguimos transcender os nossos estreitos limites para enxergar os outros e a nós mesmos sem projetar o nosso próprio vulto na face alheia e a cara dos outros na nossa.”

Visite meu arquivo .

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Manipulados e manipuladores.



Por : Ana Luisa Testa




Parece um divertido jogo de poder. Não é. Manipulação é abuso, cometido especialmente por aqueles que deveriam ser os últimos a cometerem: pais, irmãos, namorados, amigos e todas as demais pessoas importantes para o abusado. A dinâmica é perniciosa, pois o manipulado está preso emocionalmente ao manipulador. O interessante nisso tudo é que algumas manipulações são tão elaboradas que o manipulado sequer percebe que está nesse emaranhado, e pensa ele próprio desejar aquilo que o manipulador deseja também. E acaso perceba provavelmente vai desculpabilizar o manipulador, porque um dos fatores mais importantes nessa arte é parecer ser boa pessoa. Queridos, não se deixem enganar. Manipuladores são egoístas, não se importam com o que você sente, ou com o que você quer. Sua função na vida deles é clara: objeto de manobra, meio para conseguir vantagens para si próprio. Manipuladores são sedutores, verdadeiros artistas na fala e na escrita. Lembro-me de um personagem do livro O Senhor dos Anéis que se chamava Língua de Cobra, e como ele manipulava o rei plantando suas ideias na cabeça dele, acabava sendo o homem mais poderoso do reino. Será que também não nos contaminamos com ideias que terceiros plantam em nós para extrair algum benefício? O manipulador é craque em inverter o jogo: sabe culpar o outro por suas próprias ações e adora fazer-se de coitado. Isso soma dois bons instrumentos para sua prática: planta culpa e pena no interior do manipulado. Saibam que mentem, distorcem, criam versões e sabem o que estão fazendo. Existe nesse tipo de indivíduo uma falta de consciência humana (falta ética). Alguns por perversidade, outros por ignorância e incapacidade de amar. E se seu esquema não funciona, usa seu grande trunfo: a chantagem emocional. Acusa o manipulado de ingrato, traidor, e ameaça romper a relação. E o papel que o manipulado exerce nessa dinâmica relaciona-se a sua dificuldade de dizer não, sua dificuldade em identificar seus próprios desejos e pensamentos, sua tendência à colocar o outro em primeiro lugar, sua busca por paz e harmonia, seu medo de rejeição e de solidão, sua baixa autoestima e invariavelmente sua disposição em levar o mundo nas costas.




“Vejam como sou bom.”

Esse papel pode dar ao manipulado uma grande satisfação. Porque ele carrega a cruz como ninguém. E não se resigna a carregar apenas a sua. Corporalmente tende inclusive a ser um sujeito parrudo, um belo animal de carga. Para quê? Se você ama alguém, devolva a cruz para a pessoa por gentileza, você está colaborando para que seu amado seja um incapaz e dependa eternamente de você. Se cada um cuidasse de sua cruz teríamos um mundo melhor. Manipulado, tome distância, defina limites. Vá cuidar da sua cruz, ela está carente de sua atenção. Não pense que pode escapar dela por ter tantas outras para cuidar. Você pode empoderar-se e libertar-se dessa dinâmica doentia de dependência e manipulação. Já imaginou como seria trocar o mundo que está pesando em suas costas por asas?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pela visita.
Volte sempre!!
Rejane

"Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma... Todo o universo conspira a seu favor!" - Goethe "Sou sempre eu mesma,mas com certeza não serei a mesma para sempre!" Clarice Lispector

Textos no arquivo :

Mudanças


"Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma... Todo o universo conspira a seu favor!" - Goethe





"Sou sempre eu mesma,mas com certeza não serei a mesma para sempre!"



Clarice Lispector