"Vença a si mesmo e terá vencido o seu próprio adversário." (Provérbio japonês)




domingo, 7 de março de 2010

Um dia só é pouco para homenagear as mulheres

http://fotos.sapo.pt/4MyzQU03oLrR713I7Qyp/

Por Aldo Demarchi
Nesta segunda-feira, vamos Comemorar mais um Dia Internacional da Mulher, cuja origem remonta a um episódio trágico que aconteceu nos Estados Unidos há 153 anos. Em 1857, operárias de uma fábrica de tecidos de Nova Iorque se rebelaram contra suas condições de trabalho, pois não tinham direito a praticamente nada e cumpriam uma jornada diária de 12 horas ou mais. A rebelião foi contida de forma violenta, o que provocou a morte de 129 tecelãs, que pereceram carbonizadas dentro da própria indústria. Em 1910 surgiu a idéia de se criar uma data para homenagear essas operárias e marcar um dia de luta feminina. Já em 1975 a Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) decretou o dia 8 de março data oficial de homenagem às mulheres.
Embora a situação atual seja bem diferente daquela do século dezenove, com a mulher ocupando cada vez mais espaço na economia, na política e na sociedade em geral, ainda há muito a ser feito para que seus direitos sejam efetivamente respeitados. Um exemplo evidente dessa realidade pode ser constatado no fato de que, apesar de terem conseguido importantes conquistas na luta por igualdade e melhoria das condições de vida e trabalho, ainda é comum encontrarmos mulheres que ganham menos que os homens desempenhando a mesma função. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística revelam que o rendimento médio mensal dos homens ainda é 50% maior que o das mulheres.
Estudo divulgado na última quinta-feira pela Organização Internacional do Trabalho também mostra que as mulheres trabalham cinco horas semanais a mais do que os homens. Elas têm uma jornada total semanal de 57,1 horas, contando com 34,8 horas semanais de trabalho e mais 20,9 horas de atividades domésticas. Já os homens têm uma jornada total de 52,3 horas semanais, sendo 42,7 horas nas atividades profissionais e 9,2 horas dedicadas à casa.
A saúde da mulher é outro assunto que merece atenção especial, sobretudo dos governos. O último Relatório sobre o Desenvolvimento Humano no Brasil, desenvolvido pelo Programa das nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), apresenta números preocupantes: taxa de mortalidade materna de 124 para cada 100 mil mulheres. A maior causa dessas mortes está na deficiência nos serviços de atendimento médico e falta de qualidade no atendimento pré-natal.
Por fim, a violência é outro aspecto negativo ainda presente na vida de muitas mulheres. Estima-se que 25% das brasileiras sejam alvos constantes de violência no lar. Em apenas 2% dos casos, o agressor é punido. O relatório já citado mostra que 66% das vítimas de agressões na família são mulheres, e quase sempre o homem é o agressor, muito freqüentemente o marido. Iniciativas como a criação das delegacias de mulheres têm contribuído para denunciar essa situação, mas não há estatísticas completas sobre a violência contra a mulher. O pior de tudo isso é que os fatos registrados não representam nem 10% da violência que realmente é praticada, sobretudo por vergonha ou medo por parte das vítimas.
Diante de tudo isso que ainda precisa ser mudado, o importante é saber que, ao respeitar os direitos da mulher, estaremos contribuindo para a construção de uma sociedade mais justa, saudável e feliz. Esse respeito deve começar em nossas próprias casas e é fundamental que se mantenha nas relações pessoais e profissionais diariamente. Quem sabe assim não precisemos do dia 8 de março para lembrar o quanto o chamado sexo frágil é forte e desempenha o papel mais importante na trajetória dos seres humanos.
Registro, portanto, nas figuras de minha mãe, dona Catarina Demarchi, de minha esposa Candinha, de minha filha Keka e de minhas seis netinhas todo meu respeito e carinho a essas guerreiras que nos dão amor, carinho, compreensão e, acima de tudo, a vida.









                                                           PARABÉNS MULHERES!!
                                         Dedico a todas as minhas amigas da Blogosfera.


"Bem aventurada a mulher que cuida do próprio perfil interior e exterior, porque a harmonia da pessoa faz mais bela a convivência humana. Bem aventurada a mulher que, ao lado do homem, exercita a própria insubstituível responsabilidade na família, na sociedade, na história e no universo inteiro. Bem aventurada a mulher chamada a transmitir e a guardar a VIDA de maneira humilde e grande. Bem aventurada quando nela e ao redor dela acolhe faz crescer e protege a vida. Bem aventurada a mulher que põe a inteligência, a sensibilidade e a cultura a serviço dela, onde ela venha a ser diminuída ou deturpada. Bem aventurada a mulher que se empenha em promover um mundo mais justo e mais humano. Bem aventurada a mulher que, em seu caminho, encontra Cristo: escuta-O, acolhe-O, segue-O, como tantas mulheres do evangelho, e se deixa iluminar por Ele na opção de vida. Bem aventurada a mulher que, dia após dia, com pequenos gestos, com palavras e atenções que nascem do coração, traça sendas de esperança para a humanidade. "

                                                          Endosso as palavras.
                                                            Rejane









3 comentários:

  1. Bela mensagem, Rejane, sinto-me abraçada pelas tuas palavras sensíveis...e retribuo o desejo de um feliz nosso dia nesta segunda-feira cheia de graça!

    E que seja "bem aventurada a mulher que, dia após dia, com pequenos gestos, com palavras e atenções que nascem do coração, traça sendas de esperança para a humanidade. "

    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  2. Sobre o poema "Bem aventurada a mulher" Nada mais posso dizer senão: AMÉM!!! e agradecer a quem o escreveu e quem o postou. Obrigada! Parabéns!

    ResponderExcluir

Muito obrigada pela visita.
Volte sempre!!
Rejane

Visite meu arquivo .

Textos no arquivo :


"Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma... Todo o universo conspira a seu favor!" - Goethe





"Sou sempre eu mesma,mas com certeza não serei a mesma para sempre!"



Clarice Lispector